Make your own free website on Tripod.com
Blog Tools
Edit your Blog
Build a Blog
RSS Feed
View Profile
« October 2003 »
S M T W T F S
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31
You are not logged in. Log in
Entries by Topic
All topics  «
Interessantes
ZonaNon
Descobrir weblogues
Bloco-notas
Estatisticas
Technorati Profile
Tirem-me daqui!
Saturday, 4 October 2003
O
Mais uma vez tenho que dizer que subscrevo integralmente, e integralmento transcrevo, o escrito de alguem com quem muitas vezes n?o concordo. Escreve Henrique Monteiro no Expresso de hoje:
E triste ver alguem desperdicar oportunidades ou talentos. Pior e ver alguem fugir as responsabilidades. Se o reitor de uma universidade - uma universidade a serio, n?o dessas de v?o de escada - se considerar a si mesmo um mero funcionario de terceira categoria, o que poderemos pensar dele? Que dizer de um professor catedratico prestigiado, eleito pelos seus pares (e tambem por estudantes - oops, n?o estara aqui o problema?) para dirigir a Universidade de Coimbra, uma das mais antigas da Europa, que se compara a um portageiro de auto-estrada?
Longe de n?o ter pelos portageiros respeito e considerac?o. Apenas espero mais de um reitor. Quando Seabra Santos, reitor da Universidade de Coimbra, diz que n?o concorda com a atribuic?o as universidades da responsabilidade da fixac?o das propinas, para logo em seguida ironizar, comparando-se a si proprio ao portageiro que decide o preco da portagem, e altura de pensar que algo n?o esta bem. Eu, pagador de impostos, espero que o reitor eleve a sua auto-estima. Que se leve um pouco mais a serio. Ou que seja intelectualmente mais honesto.
Porque percebemos bem a vontade que os reitores tem de que tudo o que diz respeito a dinheiro seja decidido pelo ministerio. Assim, o onus e politico como se o preco da educac?o numa universidade do Estado fosse algo de essencialmente politico. O senhor reitor quer ter o poder e a influencia na pedagogia; pretende a mordomia e a distinc?o na vida, mas n?o quer - e disso foge como o diabo da cruz - a responsabilidade de afrontar os estudantes. Estes s?o demagogicos quando protestam por aumentos muito inferiores ao que pagam numa noite de copos, mas o reitor n?o quer saber disso. Eles que protestem com o ministro, que o reitor la esta para ser adulado, para lhe darem palmadinhas nas costas e para o invejarem no seu alto estatuto.
Confus?es? Pernas para que te quero!
PS - Ja depois de escritas estas linhas, a SIC divulgou que a filha do ministro dos Negocios Estrangeiros tera entrado em Medicina ao abrigo de uma cunha! Para alem do deploravel espectaculo de nepotismo dado pelos titulares do Ensino Superior e dos Negocios Estrangeiros, esta historia so reforca a necessidade de inteira autonomia universitaria. Que pais e este, onde um ministro pode decidir quem entra na Universidade?

Posted by frestivo at 4:30 PM BST
Updated: Saturday, 4 October 2003 4:32 PM BST
Post Comment | Permalink

View Latest Entries