Make your own free website on Tripod.com
Blog Tools
Edit your Blog
Build a Blog
RSS Feed
View Profile
« June 2007 »
S M T W T F S
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
You are not logged in. Log in
Entries by Topic
All topics  «
Interessantes
ZonaNon
Descobrir weblogues
Bloco-notas
Estatisticas
Technorati Profile
Tirem-me daqui!
Saturday, 30 June 2007
O Porto não é de fados *

Não gosto de fado. Sobretudo do ‘choradinho'. Recuso os queixumes funcionais das carpideiras. Não gosto de lamentos inconsequentes. Rejeito a masturbação da dor tornada compulsividade obsessiva.
No fado, o gemido mais ou menos melódico deixa de ser um meio para constituir o único fim. O fado é a apologia da desventura, é o elogio babado do infortúnio. Mas o pior do fado é a crença irracional num destino sempre magoado e arrependido. O fado aniquila o alento e o rasgo essenciais para se sair da aflição - o fado exalta e eterniza a desgraça.
No último ‘Prós e Contras', o Porto cantou um triste fado abdicando de toda a sua diferença. O diagnóstico dos males está feito há muito - calemos o fado! Agora, o que importa é o Porto voltar a ser aquilo que sempre foi a sua marca: depender apenas de si, ser senhor do seu próprio destino.

* Publicado no Correio da Manhã.


Posted by frestivo at 12:40 AM BST
Updated: Saturday, 30 June 2007 12:56 AM BST
Post Comment | Permalink

View Latest Entries